“Um contentamento descontente; um não se caber na pele mas ansiar esta agonia; um bater-nos o coração do mundo no coração; a certeza absoluta de um destino que se não compreende. E, mais que tudo: saber que tudo é contigo; sem saber o que se trata – sem saber, no fundo, o que se quer para além daquele impossível que é quase sempre o mais breve encontro. Dantes o espaço não tinha um centro. Ganhou-o agora: um olhar, um remoinho de coisas inapreensíveis a que chamo tu. Mas é um centro inquieto. És tu, ou talvez antes, qualquer coisa que só alcanço por ti”. Assim começa a “Carta-ensaio de amor”, inédito de Óscar Lopes.

Um bater-nos o coração do mundo no coração
Carta-Ensaio de Amor
Óscar Lopes
PVP: 10 euros

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here